Lembrança

Estava arrumando uns cadernos de viagem que usei na temporada na Europa (não é nada poético, eram cadernos de finanças, hahaha) e encontrei essa papoula que eu peguei nos morros de Porto Venere e guardei no caderno para secar.

Acho flores secas lindas e sempre guardo alguma especial nos meus livros mais românticos. A primeira rosa que eu ganhei ficou por muito tempo na minha edição de O Amor nos Tempos do Cólera (até que algum desavisado resolveu ler e lá se foram as pétalas). 

Bem, aqui está a minha lembracinha daquela vilazinha distante:

digitalizar0001

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s