Amsterdam

IMG_9205

Eu, Bel, Carlos e um amigo dele (que agora é nosso amigo também :), Gerardo, fomos para Amsterdam num intervalinho entre nossa viagem pela Itália e a que fizemos pelo Leste Europeu. Pensando agora, não sei como não morremos, hahaha.

Nós pegamos um voo sexta à noite e chegamos na casa do nosso host de Couch Surfing meia noite. Tivemos o sábado e o domingo para curtirmos a cidade e fomos embora na segunda de madrugada.

No nosso primeiro dia, fomos no museu do Van Gogh, que estava tendo uma exposição sobresu a trajetória como artista. Estava tudo lindo, claro :) Depois passeamos pela cidade, que é muuito miudinha, com direito a almoço no Febo – um fast food de croquetes que você pega o seu croquete emuma gavetinha, depois de pagar com moedinhas, tipo aquelas máquinas de refrigerante.

IMG_9138

(eu comprei um posterzinho desse quadro, que me dá vontade de deitar nessa cama)

IMG_9142

IMG_9154

IMG_9155

{Like all great travellers, I have seen more than I remember and remember more than I have seen} amei essa quote.

IMG_9157

IMG_9167

IMG_9173

Claaaro que eu não consegui tirar uma foto no I amsterdam. Assim como não consegui na Abbey Road. Acho que não tenho paciência par esperar nas horas de pico e sou preguiçosa demais para acordar de madrugada.

IMG_9178

IMG_9181

IMG_9182

IMG_9183

No fim da tarde nós sentamos em um desses restaurantes que ficam à beira de um dos canais e tomamos uma cervejinha linda, com uma vista linda. Não lembro o nome do lugar, mas acho que qualquer um desses com uma cara mais limpinha deve ser just as good!

IMG_9185

IMG_9191

IMG_9199

IMG_9200

IMG_9201

IMG_9208

IMG_9209

IMG_9214

IMG_9206

IMG_9215

IMG_9210

IMG_9217

Bicicletas. Amsterdam tem mais bicicletas do que a Europa tem pombos. Pessoas como eu ficam muito desnorteadas. Nunca ouvi tantas buzininhas ‘trim trim’ na minha vida e quase fui atropelada umas 15 vezes, no mínimo! Mas elas são lindas :)

IMG_9218

IMG_9219

Minha amiga Carol falou para eu dar um pulo na Kitsch Kitchen, eu fui e morri. Queria levar a loja inteira para a casa. Sabe aquelas parafernálias perfeitas para fazer presentinhos incríveis de aniversário? Você encontra de tudo lá.

Aliás, outra lojinha que eu adorei foi uma de artigos russos (nada a ver, né?), onde eu comprei minha matrioska linda. Infelizmente, eu não lembro onde fica ooouuu o nome (mas tinha algo de ‘a única loja de artigos russos de Amsterdam’). Perguntando por aí deve ser fácil de achar. Quem for com um pouco mais de grana, compre as matrioskas dos líderes comunistas, que são demais. Essas são bem mais caras, porque são da época mesmo.

IMG_9223

IMG_9227

IMG_9233

IMG_9234

IMG_9250

No fim do dia fomos para o Red Light District. Tenho duas coisas a dizer sobre essa parte da viagem:

1-O bairro é tão fofinho quanto o resto da cidade. Isso me surpreendeu muito!

2-Me fez pensar sobre como o Brasil podia logo regularizar a profissão ‘prostituta’ (sobre isso, leiam essa entrevista com o Jean Wyllys) e descriminalizar a maconha. As únicas pessoas making a fuss sobre essas duas coisas eram mesmo os turistas e, ainda assim, os turistas fanfarrões, porque a grande maioria estava numa boa.

IMG_9251

Nosso segundo dia começou da maneira mais deliciosa do mundo: em uma casa de panquecas, a Pancakes!

IMG_9270

IMG_9280

IMG_9282

IMG_9284

IMG_9285

IMG_9296

O lugar sempre tem uma filazinha do lado de fora, mas ela vai rapidinho e a espera é super bem recompensada ;)

Depois do Pancakes! nós fomos para Zaanse Schans, uma vilazinha na beira do rio Zaan que tem moinhos ativos, casinhas fofas e museus sobre coisas típicas da região, como os tamancos de madeira, por exemplo. O passeio é legal porque você consegue ter uma ideia de como eram as vilazinhas da Holanda nos séculos XVII e XVIII (e ainda aprende como os tamancos são feitos!).

IMG_9303

IMG_9308

IMG_9314

IMG_9316

IMG_9319

IMG_9320

IMG_9324

IMG_9331

IMG_9348

IMG_9351

IMG_9360

Quem gostar de queijo, chocolate ou temperos, em geral, lá é o lugar para comprar. Quase morremos e não podíamos comprar, já que viajaríamos logo depois.

Voltando para o centro de Amsterdam, demos mais umas voltas, mas voltamos cedo para a casa, já que no dia seguinte nosso voo saía às 6 da manhã.

Acho que de todas as cidades que conheci até agora, Amsterdam foi a que me parecer ter mais qualidade de vida. Eu moraria lá, não fosse pelo frio (decidi que nunca vou morar em lugares que fazem frio na vida, if I can help it).

Hope you liked it e até já :)

4 thoughts on “Amsterdam

  1. Pronto, vou voltar rolando para casa! rsrs
    As fotos estão lindas (como sempre!), mas as dicas de comida foram as que mais me chamaram a atenção! Casa de panquecas? I’m soooo in! o/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s