Uma confissão

Eu nunca vi O Mágico de Oz.

Ontem eu li a crítica do Ny Times sobre o Oz the Great and Powerful e fiquei morrendo de vontade de assistir o primeirdo! A crítica não fala muito bem do novo filme, mas fala tão bem do de 1939 que fiquei hiper curiosa.

a885469aa0ff249057102f3b9b41ea5b

Aqui estão alguns dos trechinhos que mais me chamaram atenção:

One of the delightful things about the original “Wizard of Oz” film is that it turns a girl’s reverie, specifically her dream of escape and her own imagination, into a beautiful metaphor for movies. When Dorothy opens her front door onto a Technicolor wonderland, the moment evokes what a 1930s moviegoer might have experienced when watching a color film for the first time. Come into this magical place, the filmmakers and, by extension, Hollywood itself seemed to be telling the audience, and share in this dream — a dream called Oz that we also call the movies.

(…)

Baum’s Dorothy is a “simple, sweet and true little girl” who journeys into another world whose existence, its witches and wonders, was partly inspired by a real liberation struggle. The 1939 film turned Dorothy’s adventure into a dream and tacked on a lesson (“there’s no place like home”). Yet crucial to its enduring power is that, in the shadow of the Great Depression, Dorothy’s dreams and imagination (and a clunk on the head) are what transport her. For all their flights of fancy the book and the 1939 film remain tethered to reality and to characters who, because they are a lot like life, allow you to step into their silver shoes and ruby slippers. In these Oz stories the magic is transcendently human.

Não é incrível?

A crítica tenta mostrar a magia do primeiro filme em contraponto à falta de magia do segundo, que, apesar de todos os efeitos especiais e pirotecnias modernas, não dá conta de transportar o telespectador para um mundo mágico pelo simples fato de que tecnologia não é o suficiente. Eu concordo muito com esse ponto sobre o cinema hoje, mas como não vi o filme (ainda!), não vou dar opiniões.

Vocês já viram algum dos dois (que pergunta, haha, só eu -no mundo inteirinhoooo- não vi o primeiro)? Gostaram?

*imagem linda de morrer do Pinterest, o artista não estava identificado :(

Anúncios

8 thoughts on “Uma confissão

  1. eu também não vi nenhum dos dois… acho que já na nossa geração só aqueles que voluntariamente correram atrás (ou tiveram pais muito saudosistas) assistiram a esses clássicos do cinema. But then again, pode ser só impressão minha… rs.

  2. Agora consegui… RS! XUXU, vamos ver O mágico de Oz JUNTOS!! E a dica é: se vc não sabe NADA do filme, não leia mta coisa pra não ter spoiler! o FILME É MARAVILHOSOOOOOO! Sem contar que tem a melhor música de todos os tempos! Sério, vc vai amar! é a sua cara!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s