Less is more!

Achei o trocadilho genial!

Quando decidi me aventurar e viajar no ano que vem, eu tinha uma poupança de precisamente zero reais. Me vi obrigada a parar de consumir (tudo, tu-do) para conseguir juntar dinheiro para ir (viagens assim são tão caras! faça as contas só dos preparativos: curso de espanhol para o visto de estudante, visto, passagem, seguro de saúde = falência).

A verdade é que eu sempre ficava impressionada com como o meu salário sempre ia inteiro embora mesmo morando com meus pais, sem gastar 1 centavo com questões de “sobrevivência”. Pois bem. Há mais ou menos 6 meses eu não compro roupas (ok, comprei uma sandália na Via Mia, to be fair) e, amazingly, não estou arrancando os cabelos por causa disso. Uma coisa que contribui para isso é que eu sei que vou para um país onde roupas vagabundinhas têm um preço correspondente, não é como aqui que tudo é uma fortuna e acaba em três lavagens. Mas acho que o principal é que, quando você se vê obrigada a parar de comprar tudo que vê pela frente, você percebe o quanto aquilo não te faz falta.

É lógico que eu sinto saudades de uma novidade no armário, não estou falando que o legal mesmo é virar monge franciscano, mas que há um excesso em nossas vidas, há. E quando você se livra desse excesso, parece que você inteira fica mais leve. Leve por não ter uma verdadeira compulsão (porque para mim consumo é frequentemente uma questão emocional um tanto quanto descompensada) e leve por não ter tantas coisas inúteis acumuladas.

Gostei da mudança na minha vida e gostei do que isso está me proporcionando (ano que vem é Madrid, e depois já estou sonhando com Havaí, hehehe).

Advertisements

5 thoughts on “Less is more!

  1. olha, e com as mudancas constantes aí que voce percebe que tem coisas demais. coisas que nao precisa, que talvez até goste, mas que nao usa nunca… e o peso, literal, das coisas te faz rever e repensar em como seria bom ter menos. a propósito, estou comprando um laptop ainda menor do que o que já tenho. e o meu show atual cabe dentro de uma mochila. less is love!

  2. pois é, passei um tempo precisando poupar nessas coisas e tb percebi isso..é tipo o vício em doce.. se vc fica um tempinho sem comer vai perdendo aquela vontade louca que bate todo dia. aí, qd vc supera, percebe que adoraria devorar uma barra de lindt mas, vamos combinar, vc sabe que dá pra se contentar com um bombonzinho e olhe lá.. hehehe.. e o melhor é que vc vai saber que vale muito a pena guardar essa grana para investir numa viagem, ainda mais fazendo um curso! tô guardando uma parte do salário para as minhas esperadas férias no ano que vem… e seu post agora me incentivou a separar um pouquinho mais ;) hehehe beijos

    • hahaha boa sorte com a economia, Mari! you can do it! E sim, o exemplo do doce é perfeito, é exatamente isso! Ano passao teve uma época que eu comia um galak todo dia, até que a padaria do trabalho parou de vender galak. hahaha Aí a gente vê como estava no automático!
      Beijinho!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s