Oscar night

Hoje é noite de Oscar! Para mim, essa não é a premiação com maior apreciação do cinema, mas certamente é a mais cheia de glamour e Brads e Angelinas, e isso é o máximo (farofaaaa, vocês pensam)!

Esse ano eu não consegui ver muitos filmes (alguns não estreiaram ainda e alguns eu não consegui mesmo), mas gostei bastante dos que vi.

O que eu mais gostei, surpreendentemente, foi O Artista. Sim, existem críticas –Lu pontuou bem que nem a maior das homenagens pode ser uma cópia tão fiel ao original- mas eu entrei na sala de cinema esperando o tédio e sai encantada! Acho também que ele levanta questões relevantes sobre o cinema e expressão e tecnologia – o filme mudo me tocou muito mais do que todos os outros da temporada :) Essa cena é uma das minhas prediletas (acho que de todo mundo que viu o filme :)

e o Dujardin é old-fashioned e charmosérrimo, né? ♥

Outro filme que me encantou muito e que mudou completamente minha visão sobre 3D é o Hugo. O Scorsese fez um trabalho incrível com a direção do filme. Eu adorei ver a parte cômica sobre os Parisienses (falando inglês britânico – Uncle Vernon, Maxime e Saruman) e um pouquinho sobre George Méliès, que, de acordo com o filme, foi o primeiro cineasta a pensar os filmes como sonhos ♥

Acho que gostei tanto desses dois filmes porque os dois tratam do cinema, que é a forma de arte com a qual eu melhor me comunico, sem dúvidas.

Vi, também, Histórias Cruzadas, que foi um misto de choradeira com gargalhadas. Me diverti muito vendo o filme, mas não acho que ele traz nada de muito novo à questão racial – a narrativa, inclusive, é centrada em uma personagem branca, como sempre, que se sensibiliza com a situação das empregadas e decide fazer algo a respeito.

Por último, Os Descendentes, um filme lindo e bem sensível que me deu muita vontade de morar no Havaí :)

Aqui está a lista dos indicados, esse ano não tenho torcida definida, só por O Artista.

 

*O Oscar mais divertido (e com filmes excelentes concorrendo) foi o apresentado pelo Hugh Jackman, morro de rir toda vez que assisto!

*A Ellen Degeneres também é ótima, esse monólogo de abertura dela é killer.

*Tom Hanks provocando milhões de choros com the streets of heaven are too crowded with angels, uma liiinda homenagem às vítimas da Aids.

*Halle Berry também fez um discurso lindo (e engasgado), sendo a primeira mulher negra a ganhar o Oscar :)

*Um mega super beijo do lindo do Adrien Brody com a Halle ♥

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s