O amor nos tempos do cólera

Para ser lido ao som de Hay Amores:

Era inevitável: o cheiro das amêndoas amargas lhe lembrava sempre o destino dos amores contrariados.

Essa pintura, do Eugene de Blaas, não lembra O amor nos tempos do cólera?

(livro que está entre meus três  prediletos :)

O nome da tela é A carta de amor. Dá pra ver pela expressão da moça, não dá?

E só por essas cores já fiquei com saudades do livro, um dia quero ler mais uma vez!

Falando nisso, vocês viram o filme? Eu achei a trilha sonora e a direção de arte maravilhosas, mas definitivamente não gostei de ser falado em inglês, tirou completamente o ar de paixão irremediável latino americana que tem no livro. O que vocês acham?

Anúncios

One thought on “O amor nos tempos do cólera

  1. Acabei de ver o filme, maravilhoso, tenho certeza que o livro deve ser melhor, com certeza seria perfeito em espanhol. Um filme/livro que cumpre exatamente a sua função, nos faz viajar, sonhar, sobre nossos conceitos e pré-conceitos, que neste caso é sobre o amor, ah o amor!!!!!!!!!!!, Ilusão ou ficção, ou será possível na realidade ?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s